Na Quebrada: Quadrinhos de Hip-Hop – Resenha

0

Não me canso de comentar que uma das coisas mais interessantes que eu tenho visto, no mercado de quadrinhos nacionais, é como as histórias tem tentado dialogar com o público brasileiro. Ao invés de serem apenas cópias dos modelos internacionais, as HQs nacionais tem cada vez mais se utilizado de temáticas brasileiras, situadas no nosso território e tratado abordagens com personagens tipicamente locais. Na Quebrada: Quadrinhos de Hip-Hop é uma HQ que faz tudo isso, focando suas histórias em personagens e situações ligadas à pessoas da periferia, sempre com uma temática de hip-hop.

Lançado este ano pela Editora Draco, Na Quebrada é uma coletânea de quadrinhos com um total de oito histórias divididas em 184 páginas. Idealizado e organizado pelo quadrinista Raphael Fernandes (Ditadura no Ar), o projeto foi um sucesso no Catarse, e poucos dias após o fim do projeto já foi entregue aos apoiadores.

DJ em Rei do Groove

A histórias variam entre narrativas fantásticas e acontecimentos comuns, que poderiam acontecer no dia-a-dia. Sampleador, por exemplo, conta a história de um entregador de pizza que adquire o poder de ver a morte de qualquer pessoa que o toca. Desenvolvida em torno desse personagem, a história mostra o drama de Beto, que não pode tocar as pessoas que ama. Já Darréu – a lei do mundo mostra um garoto invadindo uma gravação de clipe de um de seus rappers preferidos apenas para adquirir um “souvenir”. Outras ficam no meio termo, como é o caso de Que Nem Morcego, a história sobre um garoto que se descobre nas batalhas de rima, mesclando o “regular” com o fantástico.

Página de Que Nem Morcego

Os super-heróis não ficam de fora. Em Preta Maravilha contra a União Golpista nós conhecemos uma personagem superpoderosa que luta pelos interesses da população contra um governo opressor.

Apesar das várias diferenças em gêneros, todas as histórias têm algo em comum: São escritas para que a população da periferia se identifique com as mesmas. A coletânea não nega sua inspiração em outros quadrinhos como Hip-Hop Genealogia, publicada no Brasil pela editora Veneta. Além disso, as histórias estão recheadas de referência ao Rap e Hip-Hop, tanto nacionais quando internacionais.

Publicada em papel pólen, com 184 páginas em preto e branco no formato 17 x 24cm, Na Quebrada é um título com preço bem acessível, o que é ótimo para o seu propósito. A obra toda conta com o total de 15 quadrinistas que dividem seu trabalho entre as oito histórias e capa. Além disto a introdução é feita por Alê Santos, conhecido contador de narrativas negras.

Avaliação Final

100%
100%
Ótimo

Na Quebrada: Quadrinhos de Hip-Hop (2019)
País: Brasil | Editora: Draco | Páginas: 184
Roteiro: Raphael Fernandes | João Pinheiro | De Leve | Cirilo S. Lemos | Larissa Palmieri | Felipe Cazelli | Alessio Esteves | Jujú Araújo | Guabiras
Arte: Braziliano | João Pinheiro | Giovanni Pedroni | Vitor Flynn | Marc Weslley | Felipe Sanz | Guabiras

  • 5
  • User Ratings (0 Votes)
    0

About Author

Leitor de quadrinhos (tudo que consigo consumir), jogador de MMO e professor de história, tentando fazer tudo uma coisa só pra facilitar a vida.

Deixe o seu comentário