CCXP 2018: Artist’s Alley, o coração da Comic-Con

0

Não importa qual edição da CCXP ou mesmo qual comic-con ao redor do mundo você está visitando: se você não deu uma passadinha no Artist’s Alley – o “beco dos artistas” em tradução literal –, você não foi verdadeiramente no evento. Isso por que a raiz da convenção é a nona arte e um dos grandes espaços das convenções é o AA, que permite uma interação genuína e direta entre os criadores – roteiristas e desenhistas – e os fãs de quadrinhos. Dona do título de “maior Artist’s Alley do mundo”, a CCXP 2018 caprichou nos convidados desta edição e promoveu experiências únicas para o fã de quadrinhos.

A começar pelos convidados dessa edição, contando com grandes nomes nacionais e internacional da indústria de quadrinhos. Entre os nacionais, podemos citar Gabriel Picolo (conhecido pelas fanarts de Jovens Titãs), Vitor Cafaggi (responsável pela trilogia da Turma da Monica na Graphic MSP), Adriana Melo (responsável pelo poster oficial da edição 2018), e os gêmeos Fábio Moon e Gabriel Bá (autores de Daytripper). Entre os convidados internacionais, contamos com a presença de John Romita Jr (desenhista do Homem-Aranha e diversos outros personagens da Marvel), Jill Thompson (conhecida por seu trabalho em Mulher-Maravilha Sandman), Lee Weeks (famoso por seu trabalho em Demolidor) e David Lloyd (desenhista de V de Vingança).

John Romita Jr. autografando um print do Homem-Aranha.

David Lloyd autografando uma edição de V for Vendetta.

 

 

 

 

 

 

 

 

Além dos grandes nomes, há também o estande da Chiaroscuro Studios. Uma das empresas-sócias da CCXP, o estúdio responsável por agenciar diversos artistas nacionais sempre conta com um espaço próprio “anexo” ao Alley, sempre nas proximidades. Próprio para aquele fã que acompanha o trabalho dos artistas agenciados e querem dar uma passada do estande para pegar autógrafos ou comprar prints exclusivos.

E por falar em compras, este é outro grande destaque dentro do Artist’s Alley. Este é definitivamente o lugar para conhecer os artistas nacionais que estão lá para divulgar seu trabalho. De ilustradores a roteiristas, o Alley é o lugar onde você que é fã de cultura pop poderá encontrar itens exclusivos da CCXP – e claro, levar uma parte do coração do evento pra casa – e ainda bater papo com os artistas. Acreditem: é impossível resistir!

Os quadrinhos da editora O Recife Assombrado trazem releituras de lendas urbanas brasileiras.

Além do artbook, o ilustrador e tatuador André Dekinha estava com uma biografia do Tolkien ilustrada por ele.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O belíssimo quadrinho Azul, de Guilherme Asthma.

Ryan Smallman, ilustrador do Omelete, trouxe belos prints e também sua primeira história original: Busker.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Histórias em quadrinhos, autógrafos, prints – que podem se tornar belos quadros para enfeitar a sua parede – a experiência de conhecer o desenhista ou roteirista daquela sua história favorita da Marvel ou DC, tudo isso faz parte da experiência de visitar o Artist’s Alley e, claro, levar consigo um pedacinho da CCXP. Então se você visitar novamente o evento, não se esqueça de visitar esse magnífico espaço.

Para encerrar, fica abaixo o Instagram dos artistas citados acima, para quem tiver o interesse de conhecer melhor o trabalho destes:

About Author

"Os filmes existem, é por isso que eu assisto!" Não é exatamente um "crítico de cinema", mas curte o termo "Filmmelier". Sonha em crescer e ser o Homem-Aranha um dia. Acredita que a vida não é sobre o quão forte bate, mas o quanto se aguenta apanhar. Mestre Pokémon, Sonserino e assíduo visitante da Terra Média.

Deixe o seu comentário