13 Reasons Why: 1ª Temporada – Crítica

0

13 Reasons Why, nova série original da Netflix, é uma montanha-russa de emoções, descobertas, e demonstra extrema relevância ao tratar de suicídio, bullying e a violência contra mulheres.

Enquanto os alunos da Liberty High absorvem e tentam seguir suas vidas após o suicídio de Hannah Baker (Katherine Langford), Clay Jensen (Dylan Minnette) recebe uma caixa contendo trezes fitas gravadas por Hannah antes do suicídio. Cada fita é direcionada a um aluno específico da escola, e nos afunda em uma história de dor, sofrimento e esperança, servindo como constante lembrança da sua influência na vida de outras pessoas.

Embora deixe claro que a série é direcionada a um público mais jovem, 13 Reasons Why demonstra extrema relevância ao tratar assuntos como suicídio, bullying e violência contra mulheres. Fita por fita, entendemos o que levou a jovem do 2o ano do Ensino Médio a tirar a própria vida. A série é uma sucessão de êxitos de tirar o chapéu. A começar por sua narrativa não linear.

Clay faz o papel do espectador curioso, sempre buscando respostas ao ouvir as fitas gravadas por Hannah. E, embora a personagem de Katherine Langford funcione como a narradora dos episódios, parte de Clay buscar respostas a fim de compreender o suicídio de sua amiga. A narrativa da série caminha entre o passado e o presente, ambos sendo muito bem diferenciados. Cores quentes acompanham as cenas com Hannah antes do suicídio, e o frio toma conta ao voltarmos para o aflitivo presente.

Por se passar majoritariamente em uma escola, a série aponta para todos os esteriótipos imagináveis, mas todos conseguem surpreender de formas não triviais. O capitão do time de futebol, o fotógrafo perseguidor, a primeira da classe. Todos possuem um segredo na manga, e cada um deles são uma das trezes razões que levaram Hannah a tirar a própria vida. Enquanto descobrimos os por quês, vemos o mundo de Hannah sufocá-la, lutando por um segundo de paz que raramente vem.

Possuindo muitos personagens importantes à sua história, a série poderia causar confusão com tantos nomes e esteriótipos, mas todos são habilmente executados por seus atores e atrizes. Todos margeiam as sombras quando escutamos suas fitas, refletindo os piores traços de suas personalidades. A mãe de Hannah, interpretada por Kate Walsh, quebra corações com uma atuação de nível estrondoso. Mas, como o futuro dos culpados está sempre em jogo, caímos em repetições desnecessárias. Escute sua fita, Clay. Escute a fita, Clay.

A série, em meio a tantos êxitos, ainda consegue dar uma aula de conscientização. Do abuso psicológico ao abuso físico, vemos o coração, espírito e alma da personagem principal serem despedaçados em pequenas migalhas, despertando reflexão em quem a assiste. Não por menos, estômagos são revirados, já que os assuntos tratados nunca foram tão convenientes ao que acontece ao redor do mundo. Um simples “olá” é capaz de levantar ânimos caídos, mas um “simples” toque é capaz de te derrubar friamente.

Por suas sinuosas curvas, a montanha-russa de 13 Reasons Why também mostra qualidades do ser humano. A busca pela verdade que empurra Clay a seguir em frente, e a lealdade de Tony (Christian Navarro), são exemplos de que nem todos são corruptíveis. Se importar é o primeiro passo para ajudar uma alma torturada. Mas lembre-se, “antes que seja tarde demais” existe. Pronto(a) para se emocionar?

100%
100%
Excelente

13 Reasons Why
1ª Temporada
País: EUA | Classificação: 16 anos | Episódios: 13
Criador: Brian Yorkey | Elenco: Katherine Langford, Dylan Minnette, Christian Navarro, Justin Prentice, Devin Druid, Miles Heizer, Ajiona Alexus, Michele Selene Ang, Sosie Bacon, Alisha Boe, Ross Butler

  • 5
  • User Ratings (1 Votes)
    4.7

About Author

Cofundador e editor-chefe do Duas Torres. Fascinado pela narrativa de J. R. R. Tolkien e pela evolução do entretenimento, encontra paz ao escrever sobre filmes, séries e games.

Deixe o seu comentário