Preacher, a nova série do canal AMC, é a mais nova adaptação dos quadrinhos para a televisão. Criada por Garth Ennis e Steve Dillon, a HQ foi publicada pela Vertigo, contendo 75 edições. Na trama, o Pastor Jesse Custer – interpretado por Dominic Cooper na série – é possuído pela entidade sobrenatural Gênesis, que o permite fazer com que qualquer pessoa o obedeça. O episódio piloto serviu para situar os telespectadores que não conhecem a HQ e fazer com que público familiar às histórias do Pastor se situem com esta adaptação.

Na série, Jesse Custer é um Pastor que volta para a cidade natal de seu pai, assassinado na sua frente quando Custer era só um menino. Em seus primeiros minutos na tela, já vemos que Custer não é o tradicional Pastor que imaginaríamos. Com sua fé abalada, ele fuma, bebe e mau sabe realizar uma simples missa.

Embora comece lento, o primeiro episódio da série surpreende nas cenas de ação. É assim que introduzem o excêntrico vampiro Cassidy (Joseph Gilgun), com cenas bem coreografadas e muito sangue, e a ex-namorada de Custer, Tulipa (Ruth Negga), em uma luta dentro de um carro em movimento. Assim como em The Walking Dead, outra série adaptada dos quadrinhos pela AMC, podemos esperar violência e gore em Preacher. Até em uma cena que parece ser gratuitamente violenta e com muito sangue, entende-se o porque daquilo estar acontecendo. Aparentemente, essa será uma aposta – totalmente aceitável e justificável – de Preacher.

O piloto passa num piscar de olhos, criando expectativa à cena em que Custer é possuído pela Genesis, violência e a “redenção” do personagem principal. Diferente dos quadrinhos, a série não demora a introduzir personagens famosos, como o Cara-de-Cu (Ian Coletti) e já entrega do que a série se trata em sua uma hora de duração do episódio piloto. As melhores cenas ficam por conta do vampiro Cassidy, e é possível notar a aposta nas piadas contemporâneas. Japoneses que se casam com seus travesseiros e o ator Tom Cruise explodindo são uma delas.

A dúvida fica quanto à monotonia do personagem principal, que está sempre cabisbaixo. A dramaticidade muito explorada de Custer é, de certo modo, desnecessária, mas após o final do piloto, podemos esperar mais ação na vida do Pastor.

O primeiro episódio de Preacher é a introdução do mundo e dos personagens vindos da HQ de mesmo nome. Mesmo com momentos arrastados, o piloto é divertido e violento, aumentando as expectativas para os próximos desfechos da série.

9.0 Ótimo

Preacher
País: EUA |Estreia: 22 de Maio de 2016| Duração: 1h
Direção: Seth Rogen e Evan Goldberg | Roteiro: Seth Rogen, Evan Goldberg e Sam Catlin
Elenco: Dominic Cooper, Joseph Gilgun, Rugh Negga, Ian Coletti, Lucy Griffiths, W. Earl Brown

  • 9
  • User Ratings (0 Votes) 0

Cofundador e editor-chefe do Duas Torres. Fascinado pela narrativa de J. R. R. Tolkien e pela evolução do entretenimento, encontra paz ao escrever sobre filmes, séries e games.

Deixe uma resposta