Review – Barzinga Geek Planet

3

Nos últimos anos, uma grande quantidade de bares temáticos começou a aparecer por todo o Brasil. Bares medievais, luderias, sobre filmes e séries e muito mais. Os bares de temática geek, então, no topo da onda que os filmes e séries de Super-heróis trouxeram, começaram a se multiplicar. E nós, geeks e nerds velhos de carteirinha, fomos à loucura e começamos a experimentar todos.

Alguns gostamos, outros nem tanto. Muitas vezes a decoração era incrível, mas a comida nem tanto. Ou o preço era de saltar os olhos do Pica-Pau! Honestamente, nós fomos a bares em várias partes do Brasil e nunca houve algum onde nos sentimos completamente a vontade, achando que poderíamos voltar lá todas as semanas. Até agora.

Fomos ao Rio de Janeiro para a Game XP e resolvemos ir até o Barzinga Geek Planet, um barzinho escondido da Rua Dídimo, no centro da cidade, quase na Lapa. Uma rua pequena e um bar que não diz nada demais por sua fachada, simples. Mas quando você entra, é como se entrasse no mundo de sonhos de qualquer nerd como nós. Vamos aqui conta um pouco de como foi nossa experiência por lá.

Foto: Barzinga Geek Planet

Você ama filmes de terror? Então esta primeira sala, logo na entrada, é a sua! A decoração com elementos do gênero é incrível! Jason Vorhees, The Walking Dead, Predador, Jigsaw, Alien, e muitas outras referências são os primeiros que te recebem. Isso sem contar um Dementador que faz qualquer fã de Harry Potter conjurar o Patrono na mesma hora! E Sauron, mesmo longe de Mordor, faz a gente querer usar o anel e se esconder. Sim, a quantidade de referências é absurda e só ela já vale a ida ao bar muitas e muitas vezes. Mas, como fomos para lá explorar, seguimos para a segunda sala.

Foto: Roberto Nascimento

Essa é para fazer os fãs de Star Trek babarem (Fomos Capitão Kirk e Uhura por uma noite). Painéis de controle e luzes fazem você se sentir a bordo da USS Enterprise. Isso sem contar uma quantidade de colecionáveis em uma vitrine no canto, onde voltamos à série clássica em um piscar de olhos. Ao lado dessa sala sensacional, nós temos os banheiros. O que pode ser especial em um banheiro? Nada, a não ser que você seja fã de Breaking Bad, pois a pia é um barril que faria Walter White e Jesse vibrarem pela referência. Isso tudo apenas no andar térreo!

Foto: Roberto Nascimento

Subimos as escadas tendo um mar de colecionáveis ao nosso lado – muitos aparentemente doados por fãs do bar – em uma vitrine que percorre toda sua extensão. No segundo andar tomamos uma surra de referências com todos os pôsteres que deixariam nosso Steve Rogers completamente perdido. E confessamos que queríamos levar alguns para casa, viu? PS: A Marcelle quase chorou com o pôster do Superman com arte de Alex Ross.

Foto: Roberto Nascimento

Mas o motivo de queremos voltar lá todas as semanas não tem muito a ver com a decoração, apesar de ser incrível. Isso nós temos em dezenas de outros bares aqui em São Paulo mesmo. Também não tem a ver com os jogos de tabuleiro que você pode pegar, gratuitamente por uma hora, desde que consuma um valor que não é alto. Para isso temos as luderias. O grande ponto alto do Barzinga é a certeza de que a casa é feita de nerds para nerds. Não há dúvida de que os donos amam a cultura pop tanto quanto nós.

Nós somos bem-vindos, participamos de quizzes e sorteios. O Barzinga também promove maratonas de filmes clássicos e concursos de cosplay. E ainda somos premiados com a simpatia do Rodrigo, sempre solícito! Tudo isso sem pagar nada. O que nos leva a um ponto chato (das pessoas e não do bar): a casa começou a cobrar R$ 10,00 de entrada porque alguns indivíduos iam para lá participar das brincadeiras e não consumiam nada. Aí o bar estipulou essa entrada se a pessoa não consumisse um mínimo de R$20,00. Nada mais justo! Aí vocês estão pensando: Isso tudo no Rio de Janeiro? Devemos pagar um rim para comer lá, né, gente. Pois acreditem: não!

Pensem em um balde de champanhe! Agora pensem nele repleto de batata frita com cheddar (de boa qualidade, viu?) e bacon. Pensaram? Pois essa quantidade obscena de comida se chama Batfritas e custa R$29,90 (valor em 07/09/2018). O cardápio também tem pastéis deliciosos (e olha que moramos em São Paulo!), um queijinho coalho com geleia de pimenta de virar os olhinhos e sanduíches deliciosos!

Se estiver com muita fome, você pode pedir o Esmaga Homenzinhos com seus 400g de carne! Ah! Quer sobremesa? Indicamos e muito o Simplesmente Homer! Um donut gigante com sorvete de creme e calda de chocolate. Tudo isso por um preço extremamente justo. Sério! Estamos pensando em nos mudar para o bar e dormir embaixo do balcão…

Foto: Barzinga Geek Planet

Comida saborosa, bebidas com preço excelente, diversão garantida, ar condicionado perfeito e muita simpatia. Não há um ponto negativo que podemos falar, além do fato de não haver um estacionamento. Mas sério? Nada que um Uber não resolva para podermos experimentar os drinks e a cerveja gelada. O Barzinga é um estabelecimento 100% geek, perfeito para reunir a galera e curtir aquele happy hour. Conhecendo bares geek de várias partes do Brasil, podemos dizer que o Barzinga não é o melhor bar do Rio de Janeiro. É o melhor bar do Brasil! Vida Longa e Próspera para o Barzinga!

Barzinga Geek Planet

Endereço: Rua Didimo, 80 LJ H, Centro, Rio de Janeiro

Facebook: https://www.facebook.com/barzingageekplanet/

Instagram: https://www.instagram.com/barzingageekplanet/

About Author

DCzete que adora a Marvel, escritora, melhor amiga de Leia Organa, prima do Superman, moradora de Valfenda e membro da Corvinal. Ok! Talvez alguns deles, apenas em sua imaginação. Bernard Cornwell e Neil Gaiman guiam sua vida.

3 Comentários

  1. Parabéns pelo texto, sem cair no SP x RJ. Sou carioca e reconheço que Sampa tem excelentes points para a galera Geek. Nós do Rio ainda temos muito a caminhar. Só que o Barzinga é a salvação do carioca que não tem muitas opções. Mais uma vez parabéns pelo post!

Deixe o seu comentário