Jack Ryan – Crítica

0

Jack Ryan é uma releitura do icônico agente da CIA, que já foi interpretado no cinema por uma lista de atores como Alec Baldwin, Harrison Ford, Ben Affleck e Chris Pine. A série da Amazon Prime Video e produzida pela Paramount, chegou ao serviço de streaming no final do mês passado, baseada nos trabalhos do escritor Tom Clancy. Com sua segunda temporada já confirmada antes mesmo da estreia da primeira, a série é adaptada para os tempos atuais contando o retorno de Jack Ryan após um acidente de helicóptero e ficar impossibilitado de trabalhar. Vamos contar o que achamos desta série, mas fique tranquilo, é sem spoilers.

Bom, vamos falar um pouco sobre a trama desta série: Jack Ryan (John Krasinski), analista da CIA, que trabalha na Divisão de Financiamento e Armas do Terror da mesma instituição. Seu trabalho aqui é analisar transações financeiras suspeitas, que o levam a Mousa Bin Suleiman (Ali Suliman), um ex-ativista islâmico anônimo que Jack se convence que pode ser o próximo Bin Laden. Jack é recebido com certa descrença por seu novo chefe James Greer (Wendell Pierce), rebaixado de um posto de maior prestígio em circunstâncias escandalosas e pelo vice-diretor de operações da CIA, Nathan Singer (Timothy Hutton).

A série tem sua trama de perseguição atrás de Suleiman por diversos lugares do mundo: Iêmen, Paris, Síria, Estados Unidos, entre outros locais. É uma grande investigação ao longo da temporada, acompanhada por boas doses de ação (a série me lembrou por alguns momentos Jack Bauer em 24 horas), do episódio piloto até o último episódio. Há interrogatórios intensos, perseguições, ataques de pequenas e grandes proporções, mostrando que a série funciona também em momentos mais calmos como por exemplo em uma conversa de mensagem instantânea.

Apesar de em muitos momentos da temporada a série tenta mostrar que Jack Ryan pensa que ele mesmo é apenas um analista, nosso protagonista mostra que é tão capaz em campo quanto ele é atrás de uma mesa, acompanhado de entusiasmo patriótico, ele sempre quer fazer o que é certo. Muito em parte do sucesso da série, fica para a interpretação de John Krasinski, seus trabalhos em “Um Lugar Silencioso”  e “13 Horas” contribuíram e muito para dar vida ao atual Jack Ryan, o ator consegue ser convincentemente, sincero e assertivo sem que o público preveja o tom sarcástico e irônico que conquistou fãs no The Office.

Outro destaque fica por conta de Suliman, que dá ao seu personagem uma intensidade intelectual e espiritual. Suleiman também tem paralelo às consequências de suas decisões em sua família, seja seu relacionamento com seu irmão Ali (Haaz Sleiman), como também sua esposa Hanin (Dina Shihabi). Hanin tem a preocupação de querer proteger seus filhos a todo custo, esse arco tem bom destaque na história. Outros arcos nem tanto, como por exemplo um piloto de drone atingido pela culpa de uma escolha que tomou, parece ser um enredo divergente que não se encaixa.

Vale também comentar que mesmo por todo o clima tenso em evitar ataques terroristas, Jack encontra tempo para ter um relacionamento em construção com Cathy Muller (Abbie Cornish), uma médica que ao primeiro momento não acha Jack intelectualmente compatível com ela, pois ela não sabe o real trabalho de Jack e suas motivações.

Jack Ryan é uma batalha contra o terrorismo, em jogo mortal de gato e rato por toda a Europa e Oriente Médio entre Jack e Bin Suleiman. A primeira temporada tenta humanizar seus personagens, mas a série está mais interessada em uma ampla batalha entre o bem e o mal. Jack Ryan é uma série super bem produzida da Amazon, que vai te fazer maratonar seus 8 episódios, mas que precisará explorar melhor seus futuros arcos em sua segunda temporada.

Avaliação Final

80%
80%
Ótimo

Jack Ryan - 1ª Temporada (2018)
(Tom Clancy's Jack Ryan)
País: EUA | Classificação: 16 anos | Estreia: 31 de agosto de 2018
Direção: Morten Tyldum, Daniel Sackheim, Patricia Riggen, Carlton Cuse
Elenco: John Krasinski, Wendell Pierce, Abbie Cornish, Ali Suliman, Dina Shihabi, John Hoogenakker, Karim Zein, Nadia Affolter, Arpy Ayvazian, Haaz Sleiman, Amir El-Masry, Goran Kostić, Timothy Hutton, John Magaro

  • 4.0
  • User Ratings (0 Votes)
    0

About Author

Beto, paulista, sempre em busca de bons shows, viagens, livros, cultura pop em geral (não necessariamente nesta ordem). Fã de Star Wars, DC, Marvel entre outras coisas mais. Amante do universo da fotografia, sempre registrando por onde passo.

Deixe o seu comentário