Anime Friends 2018: Em divertido bate-papo, Guilherme Briggs fala sobre carreira e novos projetos

0

No domingo (8), o Anime Friends realizou um bate-papo muito divertido com o dublador Guilherme Briggs, onde ele falou de sua carreira na dublagem, reproduziu algumas vozes favoritas do público e comentou brevemente sobre trabalhos futuros.

Respondendo as perguntas do público, Guilherme falou sobre seu início no ramo e também sobre sua atuação como diretor de dublagem, citando seu primeiro trabalho como diretor na série animada Star Wars: Clone Wars de 2003 e filmes mais recentes como Liga da Justiça. Entretanto, confessou que irá focar mais nos trabalhos de dublagem por hora, para alegria dos fãs: “Vocês escutarão mais a minha voz, em mais trabalhos”.

Ele também comentou brevemente sobre a importância de saber outras línguas, pois isso ajuda muito mais na adaptação do texto de acordo com a sonoridade de cada idioma. Brincando, chegou a comparar a dublagem de inglês, alemão e japonês, aproveitando para comentar um dos próximos trabalhos: Rei Julius, no anime Black Cover.

Respondendo uma pergunta sobre dificuldades na dublagem, Guilherme apontou seu trabalho em O Grinch como um dos mais difíceis de sua carreira: “Foram 25 horas de gravação”, mas comentou que uma das maiores dificuldades do ramo são as limitações de adaptação impostas por alguns clientes: “HBO, Netflix, são ótimos clientes, pois eles deixam botar palavrão, adaptar, o que tiver que falar, fala”.

Guilherme Briggs no Anime Friends 2018 (Imagem: Patrick Andreozzi)

Um dos pontos altos do bate-papo foi quando Briggs falou sobre como ele assumiu a voz do Superman: “Começou de forma triste, pois eu assumi a voz após a morte do dublador que fazia Lois e Clark e depois fui escalado para fazer Liga da Justiça em 2001.” Inclusive comentou que para a dublagem do ator Henry Cavill em Homem de Aço, ele precisou fazer um teste de voz e foi reprovado de primeira, pois acharam sua voz muito grave: “Mas aí falaram faz de novo, eu fiz com uma voz mais leve e fui aprovado.”

Briggs revelou que não tem problema caso não possa dublar o personagem um dia – e que isso irá acontecer em algum momento, como no seriado Supergirl –, mas que tem um amor muito grande pelo personagem desde sua infancia: “Eu lembro de ter visto o filme com o Christopher Reeves e fui totalmente arrebatado. Eu realmente acreditei que o homem podia voar e ele [Reeves] sempre vai ser o Superman.” e ate compartilhou com o público sua visão do herói: “O Superman de verdade é aquele do Christpher Reeves, é o dos quadrinhos que ajuda as pessoas, vai ver uma criança que está doente, quer acabar com a fome no mundo. É um cara simples que pode ser um super-herói, é por isso que eu faço ele com uma voz absolutamete humana.”

Por último, Guilherme ainda comentou sobre sua melhor dublagem, escolhendo Dagget, do desenho Castores Pirados: “Eu coloquei muita coisa, cantarolei, fiz homenagem ao meu pai, à minha mãe, à amigos, tem muito de mim nessa dublagem.” e comentou, sem entrar em detalhes, que está trabalhando em dois animes “Estou dublando, mas não posso falar os animes, são personagens pequenos, mas estou adorando. Inclusive um deles é bem difícil, grita bastante, o outro é mais divertido.”

O Anime Friends 2018 aconteceu entre 6 e 9 de Julho no Anhembi, em São Paulo. Confira aqui nossa galeria de cosplayers do evento.

About Author

"Os filmes existem, é por isso que eu assisto!" Não é exatamente um "crítico de cinema", preferindo o termo "Filmmelier". Quer ser o Homem-Aranha quando crescer. Acha que a vida não é sobre o quão forte bate, mas o quanto se aguenta apanhar. Mestre Pokémon, Sonserino e assíduo visitante da Terra Média.

Deixe o seu comentário