O poder da imaginação – Empresa francesa cria caixa automático para contos literários

0

Um caixa automático pode nos fornecer muitas coisas. Dinheiro, ingressos e em certos locais, até mesmo cupcakes. Mas e quando esse dispositivo eletrônico é utilizado para incentivar à leitura?

A empresa francesa Short Édition fez exatamente isso. Loic Giraut, um dos desenvolvedores da empresa, em estrevista ao Literary Hub, disse que sempre acreditou no poder da literatura e “(…) o fato de a máquina ser adaptada para o mundo moderno é uma forma de trazer as pessoas de volta à leitura“.

A máquina, por si só, funciona de maneira simples: há três opções para os visitantes, sendo eles leitura de um, três ou cinco minutos de duração e os contos são impressos em formato de recibo. As histórias são escolhidas via um concurso cultural e, após o material ser avaliado por um júri, é disponibilizado nas máquinas.

Três opções para uma leitura rápida. Fonte: Google

A empresa, que já operava na Europa, conseguiu atenção nos Estados Unidos graças ao mestre do cinema Francis Ford Copolla, que adorou a ideia e pediu para que máquinas fossem instaladas em seu restaurante Cafe Zoetrope, em São Francisco.

A ideia agora é que ocorra um “intercâmbio cultural” com outros países, diversificando ainda mais as histórias e seus autores.

Ainda não há nenhuma menção dos caixas eletrônicos literários virem para o Brasil, mas a torcida para que venha logo é grande.

About Author

Eu nasci no dia 12 de outubro de 1990. Poderia te dizer a hora exata (se eu soubesse). Como toda boa primogênita, quase matei meus pais do coração nos primeiros segundos de vida, e não parei desde então. Meu grande e eterno amor sempre será a literatura. Música também. Coloca filmes e séries na lista. E comida. Ok, talvez a literatura não seja meu único amor... Sou jornalista, constantemente procurando sobre o que escrever. E procurando o botão de fazer minha mente parar de funcionar. Quê? Isso era pra ser uma informação biográfica? Pra mim, tá mais pra terapia.

Deixe o seu comentário