Dwayne Johnson quase desistiu de Rampage após ler o final original do filme

0

Rampage: Destruição Total é mais um dos filmes que aposta no heroísmo de Dwayne Johnson – você pode ler nossa crítica do filme aqui – e garante uma resolução esperançosa em seu ato final, mas o roteiro original do longa tinha um final diferente – que quase fez o ator desistir de seu papel.

Em uma conversa com a revista Rolling Stone (via Collider), o ator explica que não acreditou quando leu que o gorila George morria originalmente, e prefere apostar em finais felizes por sua conexão com o público ao redor do mundo. “O roteiro chega e estou lendo. No final, George morre! Eu me pergunto: ‘Perdi alguma coisa? George não pode estar morto’. Mas eu leio de novo, e sim‘”, disse o ator.

Eu não gosto de finais tristes. A vida traz essas merdas, não preciso disso nos meus filmes. Quando os créditos começam a subir, quero me sentir fantástico. Tivemos uma grande reunião em que me deram todas as explicações possíveis sobre as razões pelas quais acreditavam que George tinha que morrer. Ele se sacrifica para salvar o mundo.

Também conhecido como The Rock, o ator deu um ultimato aos produtores e falou que deixaria o papel caso não encontrassem uma forma de deixar o gigantesco gorila vivo no final do filme. “Meu problema é que tenho um relacionamento com uma audiência ao redor do mundo. Durante anos, criei uma relação de confiança com eles de que virão meus filmes e se sentirão bem. Então, de vez em quando, você tem que jogar as cartas na mesa e dizer: ‘vocês vão ter que encontrar outro ator. Precisamos pensar em outra coisa, senão, não vou fazer o filme”, concluiu.

Distribuído pela Warner Bros. Picutres, o longa está em cartaz nos cinemas brasileiros.

 

About Author

Cofundador e editor-chefe do Duas Torres. Fascinado pela narrativa de J. R. R. Tolkien e pela evolução do entretenimento, encontra paz ao escrever sobre filmes, séries e games.

Deixe o seu comentário